quarta-feira, janeiro 24, 2007

Tenho uma dúvida

Estou a ler um livro. Até aqui nada incomum.

Este livro relata a história de uma jovém mulher, chamada simplesmente de O, que se entrega a uma relação sado-masoquista movida pelo gigantesco amor que tem pelo seu amante, René.

O livro apresenta-me um mundo de emoções e sentimentos que desconheço e que não gostaria de sentir na pele.

- Isso é voyerismo. É doentio. Tens noção disso, não tens?

- Chama-lhe o que quiseres.

Quem me conhece sabe que quando dou uma resposta destas é porque estou sem paciência ou vontade de estabelecer um diálogo que pressinto inútil.

Tenho algumas dúvidas:

- A leitura não serve para isso mesmo? Aprender emoções, sentimentos, vivências, entre outros, que não são nossos?

- Teria perguntado o mesmo se o livro fosse o "Adeus às Armas" de Ernest Hemingway em vez de ser o "A história de O" de Pauline Reage?

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 11:24 da tarde

2 Comments

  1. Blogger MPR posted at janeiro 25, 2007 11:13 da manhã  
    Doentio é dizer que ler um livro é doentio.
  2. Blogger Ahraht posted at fevereiro 07, 2007 12:40 da manhã  
    Há muito anos li um livro que se chamava a história de O. Adorei. Era muito novo e era uma BD. Nunca soube quem era o autor ou autora. Agora com este post vou começar à procura. Eu acredito que os livros nos tocam quando queremso que eles nos toquem. E esse é especial, porque toca no nosso eu sado-masoquista. Sim. Todos o temos...felizmente.

Enviar um comentário

« Home