quarta-feira, agosto 24, 2005

Dimensão dos Sentidos

Estava apenas a brincar com as palavras...

O problema em relação à saudade que tenho do Ícaro, é que estando cheia, do cheio do vazio, me sinto vazia.

Estou vazia com o cheio do vazio que é um vazio cheio de coisa nenhuma.

Os sentimentos não respondem a lógicas matemáticas, verbais, racionais e outras que tais...

As palavras são escassas para a Dimensão dos Sentidos.

Vazio do Vazio é cheio. Porquê?
Vazio do Vazio é vazio. Porquê?

Vazio do Vazio é o que é, o que será, o que se sente e o que se sentirá... o que cada um sentirá!

E na Dimensão dos Sentidos há espaço para tudo o que cada individuo per si, sente... e nada, nenhum sentido, sentimento, emoção, dor, lágrima... está incorrecto.

Na Dimensão dos Sentidos tudo é válido. E é isso que a torna tão bela.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 6:29 da tarde

3 Comments

  1. Anonymous Anónimo posted at agosto 24, 2005 7:42 da tarde  
    ola,
    tambem eu tenho saudades tuas e gostei de conversar um pouco ontem.
    e gostei da tua optica...se a saudade que sentimos pela falta de alguem nos deixa um vazio, porque referir que esse vazio Nos enche? na verdade, esvazia-nos...mas e apenas um jogo semantico que nao muda o que se sente mas apenas como se expressa o que se sente.
    icaro
  2. Blogger CP posted at agosto 24, 2005 11:08 da tarde  
    Podemos evitar os extremos e introduzir os conceitos de meio cheio e de meio vazio. É tudo mais equilibrado.
    Sendo que meio cheio e meio vazio são iguais, duas vezes meio cheio poderá ser cheio ou vazio assim como meio vazio. Portanto cheio = vazio.
    Tens portanto razão.
    Acho que estou (outra vez) a meter água.
  3. Blogger Abelhinha posted at agosto 24, 2005 11:10 da tarde  
    E não nos podemos esquecer de uma mão vazia e outra cheia de coisa nenhuma...

    lol

Enviar um comentário

« Home