segunda-feira, setembro 05, 2005

Sábado

O meu Sábado foi um dia bem estranho.

O meu passeio com a Inês e o Gafa, foi um passeio bem mais populado do que o previsto. E mais uma vez tivemos que fazer de conta que somos todos uma família alargada bem sucedida.

O meu pai e a minha madrasta convidaram a filha dela e as suas netas para vir conosco. So far, so good.

O irreal da coisa começa quando a minha madraste resolve que cabemos todos num carro. Incluíndo crianças eramos 8. Tendo em atenção que estamos a falar de veículos ligeiros de 5 lugares, não é necessário ser um expert em matemática para conseguir fazer as contas.

Eu disse logo que estava completamente fora de questão a Inês andar de carro sem "cadeirinha". E inicia-se a conversa do "antigamente..."

"Antigamente... " muita coisa, mas já não vivemos no antigamente e agora as coisas são como são. Se existem regras de segurança que protegem os nossos filhos é nossa obrigação como pais cumpri-las.

Até que uma cabeça amarela se sai com uma frase digna de registo: "E se eu fosse de carroça como levava a cadeirinha?"

Continuar a argumentar era descer o nível intelectual e eu estava sem paciência para ter conversas de idiotas.

Decidiu-se que não se ia ao Zoo. O importante era os miudos estarem juntos, o "onde" era acessório.

Eles divertiram-se, brincaram e choraram na hora do até amanhã como qualquer criança que quer quem ama ao pé de si e só por isso valeu a pena.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 12:03 da manhã

8 Comments

  1. Blogger Al posted at setembro 05, 2005 6:19 da manhã  
    boa decisão, antigamente também não havia carros, nem zoos.
    bjs
  2. Blogger BorboletaDeCanela posted at setembro 05, 2005 10:24 da manhã  
    Resposta à pergunta inteligente:
    - Como eras tu o burro que ia a puxar a carroça, sem dúvida que a cadeirinha ia amarrada ao teu lombo!!!!!
  3. Blogger Abelhinha posted at setembro 05, 2005 10:32 da manhã  
    acredita Borboleta de Canela que essa foi a resposta que me apeteceu dar...

    LOL

    Beijo grande para ti!
  4. Blogger Icaro posted at setembro 05, 2005 6:10 da tarde  
    Voltei de férias...
    Obrigado pelas mensagens de solidariedade que me foste deixando "aguenta Icaro...as férias são duras, mas tu és gajo para levar a tarefa até ao fim"...tinhas razão; consegui. lol
    Quanto ás caderinhas de bébé... não consigo ter o sentido de humor da Borboletadecanela pelo que eu responderia com um muito nortenho : Vá-se fo...., os seus até podem ir no tejadilho pendurados por cordas , os meus (neste caso, a minha) vai numa cadeirinha e em segurança.
  5. Blogger Mocho Falante posted at setembro 06, 2005 12:58 da manhã  
    olha o que eu posso dizer é que no tempo do Artur Albarran
    Não havia gente tão tãtã
  6. Anonymous Formiguinha posted at setembro 06, 2005 1:09 da manhã  
    Sair com a família às vezes é tão stressante...
  7. Blogger AnaCristina posted at setembro 10, 2005 12:19 da manhã  
    No antigamente também não havia passeios ao Zoo...
    A malta trabalhava de sol a sol, pais e filhos, miudos de 7 e 8 anos...
  8. Blogger Dilbert posted at setembro 13, 2005 2:48 da tarde  
    Bem... mas se vierem ao zoo não te esqueças de me telefonar... é que eu moro mesmo ao pé (não, não é no pavilhão dos macacos, eheheh)... e contribuo com mais uma traquina de uns recentes 5 anos para a correria e gritaria (e olha que nisto ela vale por dois, LOL)...
    Jinhos

Enviar um comentário

« Home