terça-feira, julho 05, 2005

Brincadeiras inocentemente crueis

A Inês hoje foi albarroada por uma brincadeira, que apenas encontro a palavra cruel para descrever. Sei que a brincadeira era inocente na sua intensão, e que quem brincou com ela ainda não percebeu porque fiquei tão zangada.

O meu avô, insiste em tentar negociar beijos com a Inês. Rouba-lhe a chucha, as bolachas e tudo que é dela e que encontra à mão. E depois, oferece o objecto roubado em troca de um beijo. A Inês, "fresca" como ele a descreve, não cede! (e faz ela muito bem!). Hoje a brincadeira foi um pouco diferente.

Ele: "Dá-me um beijo!"
Ela: "Não"
Ele: "É incrível a tua filha, não dá beijos a ninguém"
Eu: "O que queres? Ela é assim... quando quiser ela dá" - Menti, mas achei que esta mentira se enquadra na "Lista de Mentiras Piedosas". Ela não gosta de dar beijos a desconhecidos, mas a pessoas com quem lida normalmente só a ele é que ela não dá.
Ele: "Inês, não me dás um beijo?"
Ela: "Não"
Ele pega no telefone e inicia uma simulação de telefonema: "Artur? Como está? Estou benzinho. Está aqui a Inês, quer falar com ela? Não, ela não me deu beijo. Ela está a dizer que quer falar consigo. Ah não quer falar com ela? Está zangado? Está bem eu digo que não quer falar com ela!"
Finge que desliga o telefone e diz: "Olha Inês o papá não quer falar contigo!" Tentei interromper "n" vezes este monólogo de surdo!

Ela olha para mim com o seu olhar confuso.
Eu: "O Biso está a brincar! Vamos telefonar ao papá!"

AZAR!!! O Artur não atendeu o telefone! Mantive a calma e disse: "A mamã vai ao Sr Doutor. queres vir?" Achei que qualquer consulta de gastrologia era mais agradável para ela do que estar a ser sujeita a este tipo de situação, além disso estas férias são as NOSSAS férias

Lá fomos, as duas! A Inês portou-se de forma exemplar, prestou atenção a tudo e quando estava a falar com o médico, adormeceu.

Regressamos a casa e dormimos juntas o resto da sesta.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 8:48 da tarde

2 Comments

  1. Blogger Mocho Falante posted at julho 06, 2005 10:20 da manhã  
    é... acrueldade dos adultos a funcionar quando os seus caprichos não são atendidos e depois birrentos são os miudos

    Tá bem Abelha!!!!(passo a espressão)
  2. Blogger Caracolinha posted at julho 06, 2005 11:53 da manhã  
    Pois é abelhinha, infelizmente, em alguns casos a experiência de vida não traz grandes ensinamentos ... resta-nos a esperança de ontem ter sido ele a aprender uma lição com a tua filha, que se soube portar à altura e não ceder a chantagens.

    Até porque me faz confusão pensar que se pode sentir com prazer um beijo forçado.

    Beijo Solidário Encaracolado ~:o)

Enviar um comentário

« Home