quarta-feira, janeiro 11, 2006

A coisa está a compor-se

Quando estive hospitalizada tentei manter sempre a minha boa disposição. E consegui.

Sempre que o médico me ia ver e perguntava como eu estava, respondia sempre: "com saudades suas". Demorou 2 ou 3 visitas até ele deixar de ficar desconcertado. Quando finalmente desbloqueou, quando me ia ver a primeira coisa que fazia era tocar-me na ponta do nariz e dizer "Ding Dong!" seguindo do "como se sente" do costume, por sua vez seguido do "com saudades suas".

No dia em que me deu alta, ele teve que ir operar de urgência e deixou a minha alta para depois. Deu um recado à enfermeira para mim avisando-me do sucedido. Quando veio ter comigo disse: "Já pensava que me tinha esquecido de si, não?". Respondi, soltando uma risota: "Claro que não! Sou inesquecível!" Rimos ambos.

Ontem achei que estava a ficar um pouco amarela novamente. Liguei para o hospital para falar com o médico. Ele mandou-me ir lá ter.

Ao ver-me pergunta-me novamente como me sinto e eu respondo novamente que "com saudades suas!". A equipa que conhece toda a minha história e que estava presente riu.

- Vai fazer análises para vermos como isso está! Mas digo-lhe... se tiver outro cálculo residual sentamo-nos os dois a escrever uma carta a Jesus Cristo a perguntar porque é que você tem tanto azar!

Ficamos na conversa, eu, ele e a interna que segui sempre o meu caso. Depois aguardei na sala de espera pelos resultados - normalmente 2 horas.

Ao final de 4 ouço aquela voz familiar a chamar-me.

- Não me esqueci de si... claro que você sabe... é inesquecível!

Ri-me

- Demorei porque quis ir ver os resultados dos exames que fez dia 2. Ainda não estão prontos, mas estive a ver com os meus colegas no computador como está tudo. Não há cálculos residuais e as análises estão bem. Na 2ª feira venha buscar os resultados e na 3ª vá ao 4º piso para marcamos a consulta de acompanhamento. Boa noite e vá para casa com cuidado! Beijinhos!

- Beijinhos e muito obrigada!

- E tenha calma... agora é uma questão de usar a esperoterapia associada à paciencioterapia! disse ele enquanto me acenava adeus.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 4:30 da tarde

4 Comments

  1. Anonymous Anónimo posted at janeiro 11, 2006 10:05 da tarde  
    É bom ver, enfim, ler, que estás bem disposta!
    Rápidas melhoras.
    Beijocas
    ACC
  2. Blogger Dilbert posted at janeiro 11, 2006 10:08 da tarde  
    Eheheh... oh pah miguinha :)
    E a malta aqui sempre a espreitar o teu cantinho a exercer ansiedadoterapia... claro que "com saudades tuas" porque tu, miguita, és mesmo inesquecível mesmo para quem só te conhece pelo blog :))
    Continuação de boas melhoras.
    Beijokaterapia pra ti
  3. Blogger rspiff posted at janeiro 12, 2006 8:52 da manhã  
    Devíamos levar a vida sempre assim, não era?

    E é tão bom quando encontramos alguém com quem contracenar, nem que seja por breves momentos...
  4. Blogger AnaCristina posted at janeiro 17, 2006 12:55 da tarde  
    Fico contente por tudo estar a correr bem... A alegroterapia tambem funciona muito e tu própria sabes...

    O resto vai correr tudo bem...

    Beijinhos

Enviar um comentário

« Home