quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Trabalhando num Ninho de Cucos

16h30: Reunião não agendada. Intervenientes: Abelhinha, Mocho Falante, Brasuca Insana.

- Você já viu Mocho, como a Abelhinha está magra e como está fina a cintura dela?

- Agora vão ser assim... oh... - disse o Mocho gesticulado com as mão - montões de pretendentes atrás dela, até de debaixo das pedras vão sair .

- Tem é que ser alguma coisa de jeito. Não pode ser um qualquer não! E com o amuleto que eu lhe trouxe do Brasil e o Stº António você vai ver...

- Ela anda apaixonada. Ela não diz, mas anda, anda!

- Ela não diz porque primeiro tem que fazer o teste drive. Você pode gostar muito de um carro e depois de conduzir achar que não tem jeito. Mas é paixão antiga ou é nova?

- É nova. Está na forja. Ela está calada... nem diz nada.

- Não estou nada apaixonada! Vocês também...

Começamos a falar do assunto da reunião

- Olhe não fui eu que tive essa ideia não! - Defende-se a Brasuca Insana de um documento que foi obrigada a escrever com uma ideia inútil.

- Eu sei! Foi uma ideia Tchan! - Respondi

- Segure o Tchan, amarre o Tchan... - canta o Mocho Falante. Junto-me a ele para o resto do refrão.

- Essa não percebi! - Queixa-se a Brasuca

- Esse tipo de ideias são as ideias Tchan.

Continuamos a reunião a tentar dar sentido à ideia inútil.

- Só falta andarmos de mãos dadas - disse ironicamente o Mocho sobre determinado assunto em discussão.

- Ponho a mão na mão do meu Senhor da Galileia! - canto eu.

Mais umas gargalhadas, mais umas voltas de galhofa, mais umas decisões tomadas depois:

- Então Brasuca o teu trabalho de casa é corrigir isso. Abelha, o teu é tratares das gotas. O pessoal não toma as gotas e depois dá nisto: Tchan!

- Segure o Tchan! AHAHAHAHAH!

Saimos da reunião banhados em lágrimas de tanto rir e a cantar mais uma vez: "Segure o Tchan, amarre o Tchan, segure o Tchan, Tchan, Tchan, tchan... Hey"

Minutos depois cruzei-me com o chefe do Mocho Falante, o meu querido RPC:

- Nota-se que estás de volta! Em reuniões naquela sala já se ouvem gargalhadas!

Com um local de trabalho assim, como não havia eu de ter saudades?

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 11:02 da tarde

5 Comments

  1. Blogger Mocho Falante posted at fevereiro 01, 2006 11:44 da tarde  
    Acredita que a sala andava com saudades das tuas gargalhadas tão tipicas, e nós...bem nós com saudades de rir a bom rir...é bom ter-te de volta abelha, fazes bem à malta!

    Beijocas e segura bem o TCHAN
  2. Blogger Abelhinha posted at fevereiro 01, 2006 11:48 da tarde  
    Mocho:

    Sai um bromalex para a mesa do canto!!!

    Sabes como é: sem vesícula e depois da pancreatite não posso abusar da medicação.

    Tens que me misturar no empadão.

    Beijos cheios de saudades também
  3. Blogger Eva Shanti posted at fevereiro 02, 2006 11:33 da tarde  
    Brazuca insana, mas nada distraída!

    Bjs e TCHAN!
  4. Blogger Cristina posted at fevereiro 04, 2006 6:09 da tarde  
    Que giro :)
    beijinhuuu
    :)
  5. Blogger AnaCristina posted at fevereiro 07, 2006 12:45 da tarde  
    É tão bom a gente trabalhar num sitio que gosta!

    Eu faço 3horas diárias de viagem para ir trabalhar na escola, apesar de ter uma escola ao atravessar da rua mas para a qual não vou concorrer!

    Um beijinho

Enviar um comentário

« Home