segunda-feira, outubro 31, 2005

Paixões em comum

Eu e a Inês temos 2 paixões em comum:

- Gelados
- Livros

Quando questionadas sobre o que queremos: "um gelado ou um livro?" a resposta é também a mesma: UM LIVRO.

Hoje tivemos que ir comprar uns sapatos para a Inês

"Mamã podemos comprar um livro também?"

"Podemos"

"Podem ser dois?"

"Não meu amor, só um"

"Dois mamã, um para mim, outro para ti!"

"Está bem, compramos dois!"

Senti que apesar de ela ser tão pequena que somos cúmplices, e isso fez-me sentir a extrema felicidade.

Compramos sapatos para a Inês e para a mãe da Inês que detesta compras e aproveitou a oportunidade.

Uns 45 minutos na FNAC para ela escolher o seu livro. Tanto tempo como eu demoro.

Chegamos a casa.

"Vóvó! Olha tenho uns sapatos novos! São iguais aos da mamã! Estou tão feliz!"

Eu e a Inês temos 2 paixões em comum:

- Gelados
- Livros

E agora temos sapatos iguais!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 10:21 da tarde 4 comments

domingo, outubro 30, 2005

Cumplicidade

A cumplicidade é um fio. Um cordão umbilical que une as pessoas no decorrer das Eras, recuando até ao ponto em que ainda eram uma só.

Ao longo das Eras vamos reencontrado essas pessoas como sendo parte de nós mesmos.

Não é necessário falar, não é necessário ouvir.

O Entendimento no Silêncio surge como um dogma enraízado em cada uma das nossas células, integrando o nosso corpo.

Conhecimento que simplesmente se tem. Não se adquire.

Procuramos a Cumplicidade em cada esquina das ruas frias e vazias por onde caminhamos diariamente.

Procuramos a Cumplicidade como um raio de Sol. Um raio de Sol que luz e que aquece mesmo num leito de gelo pérfido. Mesmo na ausência, mesmo na distância das horas, mesmo no oposto do espaço.

Mas não adianta procurar.

A magnitude da Cumplicidade é que está em nós mesmo antes de sabermos, mesmo antes de conhecermos. O reencontro é apenas a tomada de consciência de que aquele fio existe. Que existe existirá sempre!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 5:17 da tarde 3 comments

Parabéns aos futuros Papás e Mamãs!

Os meus amigos estão a dar a volta aos seus relógios biológicos e estão à espera do 2º filho.

A cada um deles que me diz que vai ser pai ou mãe pela segunda vez, sinto um explosão de alegria que me deixa petrificada.

Queria abraçá-los mas o meu corpo permanceu imóvel. Quando se afastaram, os meus olhos encheram-se de comoção.

Senti uma infinita saudade de sentir no meu ventre um Ser a crescer e a mover-se, de ouvir o seu coração minúsculo bater com a rapidez de uma locomotiva.

Senti felicidade por eles. Porque Amar os Amigos é sentir feliciade com o que lhes acontece como se fosse conosco.

Estou Feliz!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 4:36 da tarde 0 comments

sexta-feira, outubro 28, 2005

Descanso da Guerreira

É Sexta Feira e finalmente vou ter descanso.

Após o esforço que tenho feitos estes ultimos dias, finalmente o descanso da guerreira e um longo fim de semana de 4 dias.

Vai saber que nem mel.

4 dias para mim e para a minha Inês.

Que saudades tenho de dias em que não tenho que lhe dar um beijo enquanto ela ainda dorme!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 10:55 da manhã 8 comments

terça-feira, outubro 25, 2005

Ando eu enganada?

"Já percebi porque é que és Abelhinha... andas por aí a espalhar o teu mel, e depois toda a gente faz o que tu pedes!"

Vou dissecar esta frase.

A descoberta: "Já percebi porque é que tu és Abelhinha..." - descoberta do meu interlocutor
O Espanto: "Andas por aí a espalhar o teu mel e depois toda a gente faz o que tu pedes!" - espanto, o meu!

A descoberta... ele pensa que já percebeu porque me chamo Abelhinha mas está enganado.

O espanto... porque eu pensava que a melhor forma de cativar as pessoas e motivá-las a ajudarem-nos era tratando-as bem... pelos vistos eu tambem estava enganada!

Porquê que as pessoas tendem a tratar mal as pessoas com quem trabalham quando se fala em pressionar para cumprir prazos?

Eu faço com carinho os bolinhos preferidos de cada um. Se ninguém dá mérito ao trabalho e que cada um faz, acho que um miminho cai sempre bem.

Sempre que reclamo, arrependo-me. Tento compensar com beijinhos e pedidos de desculpas.

Quando estou cansada ou mais triste, todos notam, há sempre alguém que me tenta animar, que me leva a almoçar a um sítio mais bonito.

Se não rio, ouço reclamações sobre o silêncio que paira na sala.

Hoje uma colega antes de sair deu-me um abraço e disse-me: "Gosto muito de ti!"

Com agressividade consegue-se:
a impressora a desencravada em 10 minutos
a correcção de uma carta em 20 minutos
a criação de uma conta de e-mail em 2 dias

Com mel consegue-se:

a impressora desencravada em 2 minutos
a correcção de uma carta em 5 minutos
a criação de uma conta de e-mail em 2 horas
o almoço especial quando estou triste
o abraço antes de alguém partir de férias
"tinha saudades tuas!"
"Gosto muito de ti!"
"Não me ligas fico com ciúmes!"
"Obrigada estás no peito!"


Estava eu enganada??? Não me parece.

A todos aqueles que eu ADORO um beijo. Um Obrigada do tamanho do Mundo, por me mostrarem que vale mesmo a pena espalhar mel por aqui!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 10:21 da tarde 7 comments

domingo, outubro 23, 2005

Um simples "Bom dia"

Já se passaram uns dias...

Já chorei...
Já respirei fundo...
Já oxigenei o cérebro...

Já voltei a sorrir, a brincar, a cantarolar no carro de manhã à vinda para o trabalho, a dançar enquanto preparo o leite da manhã.

Hoje vim trabalhar outra vez. Mas hoje tive uma recompensa fascinante.

Já há muito que ando para partilhar com vocês um conjunto de episódios que me têm ocorrido todos interligados entre si.

Todas as manhãs passo por portagens e incomoda-me que nenhum dos portageiros retribua o meu "Bom dia". Todos com a excepção de um.

Esse portageiro, cujo nome desconheço, retribuí -me sempre o "Bom dia" e pergunta como tenho passado. Tem notoriamente uma pequena defeciencia que não sei identificar.

A primeira vez que ele me respondeu ao bom dia, pensei se seria preciso uma pessoa ser diferente para me responder, se os ditos normais não conseguiam ter a cordialidade de dizer apenas "Bom dia" enquanto passam o MB pela máquina.

Nesse dia fiz o resto da minha viagem a sorrir, com a imagem daquele rapaz a sorrir-me de orelha a orelha e a dizer-me: "Como tem passado? Boa viagem"

Na segunda vez que paguei naquela portagem voltou a haver o pequeno diálogo com uma pequena diferença "Como tem passado? Estimo em vê-la! Boa viagem"

Fiz daquela cabine a "cabine onde pago", só para me cruzar com o rapaz que raramente aparece.

Após uma longa ausência de encontros lá está ele novamente. Novo discurso: "Como está? Já tinha saudades de a ver!"

Pela primeira vez notei que ele me identifcava e que o "Estimo em vê-la" era realmente para mim.

Hoje ele não estava na portagem habitual, estava na portagem ao lado.

Olhei para a cabine e vi o seu rosto. Gritava-me "Olá! Boa Viagem!" e acenava-me Adeus com um enorme entusiasmo!

Porque será que as pessoas supostamente normais não entendem que um simples "Bom dia" pode mudar o resto de um dia duro?

Hoje saí a custo de casa. Mas valeu a pena porque acho que jamais esquecerei cumprimento tão quente que tive hoje!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 6:59 da tarde 9 comments

quarta-feira, outubro 19, 2005

Apetece-me chorar

Ando triste! Apetece-me chorar!

Queria um ombro, um abraço fraterno, uma camisa que eu pudesse encharcar com lágrimas, uma mão que me afagasse o cabelo, lábios que me beijassem.

Já sei... é pedir muito!

Talvez consiga metade.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 9:17 da tarde 13 comments

terça-feira, outubro 18, 2005

Começo por onde?

Estou sem paciência para...

... para aturar quem não gosto
... almoçar com quem não me apetece
... para o socialmente correcto
... para discursos sem eloquência

Queria...

... ir ao teatro
... passear à chuva
... não ter hora para dormir
... não ter hora para acordar

Começo por onde?

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 7:51 da tarde 8 comments

Disseram-me

"Cheiras à cor da camisola que trazes vestida"

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 7:40 da tarde 4 comments

domingo, outubro 16, 2005

Adoro o Outono

Hoje fui trabalhar... novamente.

Saí não muito cedo de casa. A Inês já estava acordada e foi-me levar à porta. Deu-me um abraço e disse: "Tem cuidado com os pópós. Não tenhas nenhum choque!".

Segui as indicações dela e lá cheguei a Sintra.

O dia estava outunal. O cheiro, a cor, a húmidade a cair sobre a pele.

Adoro o Outono. É sem dúvida a minha estação do ano preferida.

Adoro as cores do declínio da Natureza que se prepara para o adormecer no Inverno e renascer na Primavera.

Adoro o seu entardecer, o cheiro fresco das noites que arrefecem mais cedo.

Adoro a sua cor intimista que me faz ter vontade de abraçar o Mundo, a Inês, os amigos.

Regressei a tempo de passar o entardecer com a Inês.

Foi um dia com um toque delicioso

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 11:00 da tarde 6 comments

A um gajo sumitico que voa!

A semana passada alguém me escrevia isto: "A tua generosidade enquanto amiga, so podia resultar em teres amigos generosos (excepção feita á minha sumitica pessoa)."

O sumítico voador que tem sofrido com a minha falta de tempo, em vez de ir ver o futebol fez-me companhia até casa porque eu estava demasiado cansada para regressar sozinha!

Não que eu ache que o futebol é mais importante do que eu. É óbvio que não acho! Mas para um homem não ir ver um jogo de futebol...

Oh gajo sumítico que voas com asas de cera, seria redundante dizer que te adoro não seria?

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 10:20 da tarde 1 comments

Ócio

Bem... mais uma semana difícil. Não mais difícil do que as anteriores, nem do que as que aí vêm.

Descansei pouco até hoje...

3ª feira tive que iniciar de improviso a formação agendada para 4ª e na 4ª cortaram-me o pio mais cedo do que o previsto 3 horas.

Ossos de ofício.

6ª lá estavam as embalagens nas prateleiras das lojas e tivemos as primeiras compras.

Mais uns erros a descoberto, mas nada que não se resolva.

Hoje descansei.

Dormi até tarde, vi os dvds da Inês, lemos os livros e aproveitei a sesta dela para ir ao cinema.

Já me esquecia como era passar um Sábado no mais profundo ócio, com o Ser mais importante da minha Existência - A Inês

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 12:31 da manhã 1 comments

domingo, outubro 09, 2005

E de um momento para o outro... fez-se um brilho!

Depois de me queixar no post anterior vi uma luzinha do msn a piscar.

Era o Linux.

Linux: Inda tás aí?
Eu: Sim
Linux: Não jantas?
Eu: Parece que não.

Uns minutos depois

Linux: Inda tás aí?
Eu: Tou
Eu : Não me queres vir fazer companhia?
Eu: Aproveitas e trazias-me o jantar.
Eu: ;)
Linux: Ok.
Linux: O que queres comer?

É Domingo à noite e chove.
Um colega e Amigo vai sair de casa para me fazer companhia e trazer-me o jantar.

Que melhor Red Bull poderia eu querer?

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 8:38 da tarde 8 comments

Preciso...

... de um Red Bull
... de asas
... de imaginação
... de criatividade
... de tempo
... de mais 2 neurónios que o Tico e o Teco já estão esgotados
... de acabar o que tenho para fazer
... de sair do escritório antes de ser segunda feira
... de estar capaz de dar formação na quarta feira
... de que a vontade de chorar passe
... de concentração
... de um cd diferente que já não consigo ouvir este


... de abraçar longamente a Inês
... de ouvir a sua voz
... de a ver correr para mim
... de ver o Panda e o Disney sentada no sofá
... de ser Mãe!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 7:25 da tarde 1 comments

sábado, outubro 08, 2005

O que vejo

Na mesa ao lado da minha, sentadas em duas cadeira brancas estão duas jovens.

Conversam sobre amores. Nos detalhes escaldantes baixam o tom de voz. Tocam no braço da outra e aproximam-se do ouvido da confidente, bichanam e soltam risinhos cúmplices.

A da esquerda está com ar de quem viu passarinho azul... derretida e visivelmente feliz.

A sua felicidade contrasta com a da rapariga que se senta na mesa de trás numa cadeira preta. Está só e sozinha.

Mexe vagarosamente o café vezes sem conta. Já está frio. Olha para o telemóvel à espera da sms que não chega, e se chegar, chega tarde para impedir que o coração lhe doa.

Leva o dedo ao canto do olho como quem enxuga uma lágrima. Deixo-a no seu espaço, com os seus pensamentos, para não invadir a sua tristeza e respeitar o seu silêncio. Embora no meu intímo desejasse que ela olhasse por um segundo na minha direccção para lhe poder dirigir um sorriso.

2 mesas para a esquerda, estão 2 rapazes. Conversam sobre trabalho. Vão escrevendo notas em blocos de papel. Rabiscam, rabiscam e rabiscam. Um é notoriamente o líder. O outro ouve com a atenção de quem não pode perder detalhe sobre o risco de cometer uma grande asneira. Acertam prazos. O atento, recorre a "bengalas" gestuais para esconder a dificuldade de encontrat um sítio onde colocar as mãos.

Uau... finalmente... crianças. 3. Vieram com a mãe. Senhora tranquila e bem disposta. Dois são um casal de gémeos. A mãe está serena e as crianças também. Portam-se bem porque é assim... tudo natural. Não manifestam nenhuma tensão causada pelo medo da punição.

Na mesa ao meu lado esquerdo está um casal. Olham ambos para o infinito em silêncio. Olham para o infinito em vez de olharem um para o outro. Estão mudos. Muda deve ser a sua vida. Sábado de manhã e nada para dizer, partilhar, ausência total de cumplicidade. Espelham nestes minutos, o tédio da vida a dois no seu expoente máximo. "Vamos?" diz ele. Ela levanta-se sem dizer palavra e sem olhar para ele. Nem confidências trocam em secretos olhares, típicos de quem conhece cada cm de pele do corpo e da alma ao lado, melhor do que do seu próprio corpo e do que sua alma.

A sala vai aos pouco com o adiantar da hora ficando cada vez mais cheia. A passagem das pessoas torna-se mais rápida.

Deixa de haver pessoas que bebem os seus cafés e tomam os seus pequenos almoços sem tempo. As que agora chegam trazem pressa nas intensões. O prazer torna-se algo desnecessário. Entram, saiem, e lá vão continuar as suas compras. Aqui ou noutra loja do centro comercial.

Entram e saiem...

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 11:38 da manhã 4 comments

Estou a ser paga para navegar!

A parte engraçada da minha profissão, é quando nos mandam fazer testes ao nosso trabalho.

Desta vez calhou-me vir navegar na internet numa loja Fnac: estão a pagar-me para estar a navegar na net! Acho que é o sonho de muito adolescentes e jovens adultos.

Como o dia começa cedo, mesmo ao Sábado, aproveitei enquanto a Inês ainda dormia para vir fazer os downloads para o café FNAC.

Enquanto vai não vai, venho "postar".

No escritório estão os desgraçados que têm que garantir que eu consigo fazer tudo aqui, num café a ouvir musica e ver as pessoas.

Vou aproveitar para fazer algo diferente aqui no meu blog - vou descrever as pessoas que vejo e como as vejo, atrás deste PC com ar de quem está a fazer coisas importantes!

Até já!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 10:48 da manhã 1 comments

sexta-feira, outubro 07, 2005

Está a Bombar!

O meu documento que tanto me custou a concluir, finalmente está implementado!

Fizemos o primeiro teste em produção e está a bombar!

Vai ser lindo este fim de semana aqui, com os primeiros clientes internos a usarem o nosso serviço!

É por estas alegrias que vale bem a pena o esforço e o cansaço.

Aos meus Rançosos Lindos os meus parabéns!

Tenho mais um motivo enorme para os adorar.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 7:55 da tarde 2 comments

Parabéns Ícaro

Há 39 anos os Deuses acordaram bem dispostos... todos eles e resolveram fazer uma celebração.

Nessa celebração, depois de muito néctar ingerido sentiram uma necessidade brutal de criar algo que fosse para sempre o marco daquele belo dia.

Essa criação teria que ser única.

Cada um foi buscar o seu pote de pózinhos mágicos para colocar um pouco naquela massa bruta de barro.

O resultado não poderia ser melhor...

A criatura era inteligente, meiga, bem disposta, atenta, distante por vezes, com o mau feitio que também é preciso e tinha asas.

Resolveram chamar-lhe de Ícaro!

A essa criatura resolveram atribuir uma pesada missão: aturar e proteger uma dita Abelhinha!

Parabéns Ícaro, neste dia que hoje celebro eu aqui no meu espaço!

Obrigada por existires na minha vida, por me aturares e protegeres, por estares sempre alerta quando estou desatenta.

Adoro-te!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 2:08 da tarde 3 comments

quinta-feira, outubro 06, 2005

No Comboio

Aqui estou eu no Comboio depois de jantar assim que saí do escritório.

A "postar" no comboio!

É o tempo dos computadores portáteis, da internet portátil, preocupações portáteis e emoções descartáveis.

Aqui estou eu... e penso:

Ainda sou do tempo do 48k que se ligava à tv em dias especiais para os jogos serem a cores.
Ainda sou do tempo em que com um 286 se fazia processamento de texto num ecrã preto.
Ainda sou do tempo em que as pessoas iam para a faculdade e ficavam chocadas quando os professores pediam "trabalhos a computador".

Hoje ficamos aborrecidos quando temos que preencher impressos à mão.

Ganha-se a Tecnologia, perde-se a Caligrafia.

As cartas de amor são mensagems de correio electrónico: e-mails ou simplesmente "mails"

Os amigos já não se encontram nos cafés mas no "Chat".

Neste instante substituo o magnífico livro que tenho na pasta por este "post", escrito ao som de música de elevador num comboio azul e branco que passa na ponte.

Troco o meu livro por este momento de partilha.

Vou voltar ao meu livro, à moda de Gutemberg, sentir a textura do papel na ponta dos dedos, cortar-me com as suas folhas acidentalemente, sentir o cheiro da tinta, sublinhar as partes que gosto, escrever nas margens considerações, dobrar o canto da folha se não encontrar o marcador na pressa de sair.

Fui! ;)

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 9:20 da tarde 6 comments

E as minhas pobres asas?

Hoje foi mais um daqueles dias em que apenas me consegui sentar na minha cadeira por pouco mais do que 5 minutos seguidos.

"Oh Abelhinha chega aqui, por favor!"

"Oh Abelhinha uma dúvida..."

"Oh Abelhinha, vais embora? Preciso de ti aqui..."

Pobres das minhas asas!

Um banhinho quente e caminha... que amanhã vai ser igual e depois e depois também... até nem sei quando...

Depois espero então ter umas merecidas férias.

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 8:02 da tarde 0 comments

quarta-feira, outubro 05, 2005

Feriado sem feriado

O feriado deveria ser para a família... para a minha Inês, mas fui trabalhar.

"Depois marque um dia de férias para quando quiser. E as suas férias serão prioritárias a todas as outras já que as teve que as desmarcar também."

Ouvi aquelas palavras sem grande emoção.

Fui trabalhar porque tenho brio, porque quero cumprir os prazos quase impossíveis que foram impostos, porque sei que se der ainda mais de mim consigo atingir o objectivo e saber isso é a minha recompensa.

Não há férias, não há dinheiro, não há nada que pague este esforço para além da emoção de ver o nosso trabalho na rua, na prateleira do supermercado, ouvir os colegas apelidarem os objectos de trabalho com os nicks que coloquei.

Não há nada que pague as conversas incompreensíveis para qualquer pessoa de fora do Mundo Z, e muitas vezes para as próprias pessoas de dentro deste mundo.

Como se eu conseguisse fazer um submundo no oculto daquele!

Assim que cheguei ouvi: "Ainda bem que vieste, que seria de nós aqui sem ti hoje!". Esta foi a minha recompensa - ver os sorrisos dos meus colegas dirigidos a mim!

Derreti!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 8:53 da tarde 4 comments

terça-feira, outubro 04, 2005

Vamos respeitar as Abelhas

Hoje é o Dia Mundial do Animal.

Fiquei contente porque na RFM a caminho do trabalho ouvi uma canção que era dedicada às Abelhas - ok era "pimba", mas o importante é que se lembraram de nós!

As Abelhas fazem a polinização das flores em troca do néctar como alimento.

As Abelhas produzem mel, cera, geleia real e própolis - um excelente antobiótico real.

O mel além de ser um alimento completo, é excelente para o tratamento de sinusites e rinites, caimbras.

O mel também pode ser usado com tratamento de beleza. Amacia a pele, e torna os lábios sedosos. Em mulheres que amamentam, é o melhor tratamento para as gretas dos mamilos.

Por estes motivos, que são apenas muito poucos de todos os que poderão ser apontados, quero deixar aqui o mote... vamos respeitar as Abelhas!

Image Hosted by ImageShack.us
Tirei esta foto daqui

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 5:57 da tarde 9 comments

segunda-feira, outubro 03, 2005

Queria Eclipsar-me

Queria eclipsar-me!

Eclipsar o turbilhão que sinto!

Como se os Astros se confundissem ao som dos desejos que lanço a cada um deles quando olho o céu na escuridão magnífica da noite.

Queria eclipsar-me!

Queria que por minutos a sombra da indiferença ocultasse o brilho do que sinto...

... Só por minutos.
Só por minutos queria não sentir.
Para sentir apenas alívio!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 6:17 da tarde 6 comments

domingo, outubro 02, 2005

Saudade Apertada

Hoje senti uma falta enorme da Céu.

Chamei por ela. Chamo por ela sempre que os meus sonhos se transportam para o amanhecer.

Hoje foi um desses dias em que o sonho e o amanhecer e entardecer e todo o dia se misturam. As horas passaram a correr enquanto eu fiquei absorvida pelos meus pensamentos que revisitaram o sonho vezes sem conta.

A Céu é sempre uma boa ajuda quando isto me acontece.

Tenho saudades tuas Amiga! Faz já tantos meses desde a última vez que te abracei!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 10:21 da tarde 1 comments

sábado, outubro 01, 2005

Relaxei

Hoje relaxei.

Um dia de folga!

Estive rodeada de pessoas que quem gosto muito, de crianças adoravelmente barulhentas.

Adorei o dia de hoje.

Obrigada a todos que fizeram este dia tão especial!

Posted by Marília Pamies - Cake Designer at 9:13 da tarde 1 comments